0

Disciplina Positiva? Como assim?

2 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 LinkedIn 1 Pin It Share 1 2 Flares ×

Oi pessoal!

Já falamos sobre a questão das palmadas por aqui e nossa opinião a respeito. Nesse vídeo trazemos alternativas para educação dos nossos filhos através da disciplina positiva.

(para mim um dos melhores vídeos desse canalzinho de Meu Deus! -orgulho morzão!)

Mas o que é disciplina positiva? É preciso um diploma em pedagogia para chegar nessa “fórmula secreta”?

Antes de começarmos a estudar a respeito, sempre utilizamos uma regra de ouro aqui em casa: tratar nossas filhas da maneira que gostaríamos de sermos tratados. Lendo, descobrimos que esse é o mote da “criação com apego”, pois ela fortalece a conexão dos pais com seus filhos.

Não somos teóricos nessa área. Todas as nossas escolhas acompanham a nossa intuição e estudo diário. Tentamos utilizar essas informações na prática. No dia a dia. Até por isso nunca usamos a frase “criação com apego”, mesmo porque pra gente o que ela prega é bom senso, respeito ao próximo, compaixão, cumplicidade e união.

Estamos sempre na tentativa e erro. Não somos “pais formados”, nos vemos como “pais em formação eterna”, rsrsrs! A Manuh tem sido nossa faculdade. As vezes com aulas muito difíceis outras muito divertidas e dinâmicas, mas todas regadas a muito amor e transformação.

Entendemos que aprender a usar a disciplina positiva pode não ser muito fácil, até porque a maioria de nós cresceu em ambientes tradicionais e assim autoritários, o que dificulta enxergar outra forma de educação. Mas é na troca de experiência e muito diálogo que pretendemos mudar isso (lembrando sempre que essa mudança é interna!).

Quem estiver aberto a mudança, conte com a gente! Queremos caminhar juntos! Aprender juntos! Criar seres humanos melhores que nós!

Quanto mais pesquisas e mudanças de comportamentos (dos adultos), mais estaremos na busca por um mundo realmente diferente. Afinal, não adiante querer mudanças se nossas escolhas, atitudes e comportamentos forem sempre os mesmos…

Segue, portanto, um pouquinho do nosso estudo:

Os Perigos da Disciplina Tradicional

  • Disseminar medo nos filhos não tem propósito algum, e cria sentimentos de vergonha e humilhação. O medo já se demonstrou como um fator que leva a um risco maior de comportamento anti-social no futuro, incluindo a prática de crimes e abuso de substâncias
  • Estudos mostram que bater ou aplicar outras técnicas de disciplina física podem criar problemas emocionais e comportamentais
  • A disciplina dura e física ensina aos filhos que a violência é a única maneira de resolver problemas
  • Disciplinas controladoras, ou manipuladoras, comprometem a confiança entre pais e filhos, e prejudicam os vínculos
  • É um sinal de força e crescimento pessoal quando os pais examinam suas próprias experiências na infância e como elas podem impactar negativamente na criação de seus filhos, buscando ajuda se eles não conseguirem praticar a disciplina positiva

Uma Abordagem Mais Gentil para a Disciplina

  • A disciplina positiva começa no nascimento. Os laços de apego e confiança são formados quando os pais atendem consistentemente e amorosamente às necessidades do bebê, tornando-se a fundação da disciplina
  • A disciplina positiva envolve o uso de técnicas como prevenção, distração, e substituição para guiar gentilmente os filhos para longe do perigo
  • Ajude seu filho a explorar com segurança, vendo o mundo através de seus olhos, e demonstrando empatia enquanto ele experimenta as consequências naturais de seus atos
  • Tente entender a necessidade por trás de um determinado comportamento do seu filho. Eles frequentemente demonstram seus sentimentos através do comportamento
  • Resolva os problemas junto, de maneira que a dignidade de todos permaneça intacta
  • Entenda o comportamento apropriado de acordo com o desenvolvimento do seu filho, e adapte a maneira com que você guia amorosamente seu filho, de modo que suas necessidades e temperamentos sejam atendidos
  • Os filhos aprendem através de exemplos, então é importante esforçar-se para oferecer um modelo com ações e relacionamentos positivos dentro da família e em interações com outras pessoas
  • Quando os pais reagem de uma maneira que sentimentos de tensão, raiva ou mágoa são criadas, eles podem reparar quaisquer danos na relação, desde que dediquem tempo para reconectar e pedir desculpas mais tarde

As Ferramentas para a Disciplina Positiva

Esta não é uma lista completa, e algumas técnicas descritas podem não ser adequadas para alguns filhos de idade ou temperamentos específicos. Por favor, entre em contato com um Líder API mais próximo de você para maiores informações sobre estas ferramentas.

  • Mantenha um relacionamento positivo
  • Use a empatia e o respeito
  • Pesquise sobre disciplina positiva
  • Entenda a necessidade não atendida
  • Trabalhe em conjunto para obter soluções
  • Seja proativo
  • Entenda as habilidades de desenvolvimento do seu filho
  • Crie um ambiente que propicie o “sim”
  • Aplique a disciplina através de brincadeiras
  • Mude as coisas para melhor
  • Fale sobre fatos, ao invés de ordens
  • Evite rotular
  • Faça pedidos usando afirmativas
  • Permita que aconteçam consequências naturais
  • Elogie com cuidado
  • “Use” o tempo, ao invés de “pedir” tempo
  • Use o tempo, também como pais
  • Converse com o seu filho, antes de intervir
  • Não obrigue seu filho a pedir desculpas
  • Dê conforto primeiro ao filho machucado
  • Ofereça escolhas
  • Seja sensível a fortes emoções
  • Pondere cuidadosamente, antes de impor a vontade dos pais
  • Use consequências lógicas com moderação e com compaixão
  • Use incentivos criativos com filhos mais velhos

Fonte:Attachment Parenting

Gabi

Bacharel em Teatro, Licenciada em Teatro-Educação e Pós-Graduada em Arte Integrativa, encontrei na maternidade as respostas para as minhas inquietações e angustias! A FAMÍLIA vai ser sempre meu maior aprendizado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *