0

Papai viaja sozinho com filha- Minha família

1 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 LinkedIn 1 Pin It Share 0 1 Flares ×

Oi pessoal!

Esse vídeo do Canal Minha família, traz um relato bem legal sobre a viagem do Ti sozinho com a Manuh.

Antes de gravar esse vídeo, a gente estava conversando e falando como as relações estão mudando.

Eu acho que nunca viajei sozinha com meu pai. Acho não… nunca! Já com minha mãe, todas as férias. Meu pai encontrava a gente aos finais de semana e voltava para trabalhar durante a semana. E me lembro que isso era super comum, e ainda é! Eu, por exemplo, já viajei várias vezes sozinha com a Manuh enquanto o Ti ficava em casa trabalhando.

Mas eu acho que a diferença é que o pai não saía dessa “zona de conforto mamãe por perto”. Não chamava a responsa pra ele 100%. Quem é mãe sabe que viajar sozinha com filho é tensão 24 horas, hahahaha. A gente não relaxa!

Foi muito legal ver o Tiago passar por isso pela primeira vez e ver esse vínculo com a Manuh mais fortalecido. O que eles criaram lá independe de mim! Queria que todo pai fizesse isso! Pode até ser pegar um final de semana com os filhos e deixar a mulher descansar sozinha em casa. Garanto que muitas mudanças vão acontecer, como pro exemplo, o pai perceber que sempre dá pra ele “fazer mais” sem a gente ter que pedir, rsrsrsrs.

Acho tão legal poder presenciar mudanças de padrões sociais… ver pais tão ativos na criação dos filhos, percebendo que tempo com os filhos é melhor do que dinheiro e pesando na balança essa qualidade de vida.

Não estou dizendo que o que meu pai fazia era ruim, nem nada parecido. Era o que se acreditava ser melhor na época. E talvez tivesse sido, não sei. Eu tive uma infância muito gostosa, cheia de viagens, escolas bilíngues, morei fora… e sei que tudo isso só foi possível porque meu pai trabalhava muito e seu salário fazia jus a essa entrega.

São paradigmas sendo quebrados. Questionamentos sendo levantados.

Vejo meu pai hoje questionando se suas escolhas, naquela época, foram as melhores. Acho bonito vê-lo questionar. Mais bonito ainda, é vê-lo pôr em prática com as netas. Ele é um avô ativo e participativo. Brinca, rola no chão, faz comida (de verdade e de mentira, rsrs), dá comida, compartilha conhecimento e amor. Ele também está em constante transformação.

Orgulhosa em ver homens virando homens e mulheres abrindo esse espaço entendendo que eles são tão capazes quanto nós! Isso é feminismo: direitos e deveres iguais!

A sociedade está mudando sim! Que bom para o futuro da espécie! E que seja só o inicio da mudança!

beijocas, até a próxima e vai lá conhecer o canal Minha Família!!!

Gabi

Bacharel em Teatro, Licenciada em Teatro-Educação e Pós-Graduada em Arte Integrativa, encontrei na maternidade as respostas para as minhas inquietações e angustias! A FAMÍLIA vai ser sempre meu maior aprendizado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *