0

Cura Gay.

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

Inacreditavelmente estamos falando em pleno século 21 sobre a cura gay.

Eu realmente não consigo entender o porquê duas pessoas do mesmo sexo se relacionando causa tanto conflito. O que que você tem a ver com o relacionamento alheio???

Você é homem heterossexual? Não se relacione de forma amorosa com um homem homossexual.

Você é mulher heterossexual? Não se relacione de forma amorosa com mulheres homossexuais.

Você está curioso, encantado, algo diferente despertou em você? Entenda que o amor é maior do que gênero e que o importante é se permitir amar!

E sim… é simples assim.

Quando vamos evoluir enquanto sociedade pelo amor de Deus? Quando  vamos amar o próximo como a nós mesmos, sem olhar raça, gênero ou orientação sexual? Quando vamos olhar o próximo como nosso espelho, porque é isso que somos… o espelho do outro.

Não. Não existe justificativa para uma psicóloga querer pesquisar  a “conversão sexual”. Se alguém procura um psicólogo para se converter, um bom psicólogo vai tratar o motivo pelo qual aquele ser humano não está se aceitando e não ensiná-lo a obedecer regras sociais absolutamente ultrapassadas, machistas e homofóbicas.

O último post que escrevi no blog falava sobre a Cultura do Estupro (quando o tal juiz absolveu um tarado por achar que ele não fez um ato criminoso ao ejacular em uma mulher no ônibus). Agora estou escrevendo sobre a incapacidade de certas pessoas de aceitar que nem todos amam da mesma forma e que está tudo bem quando os dois lados dizem sim. Na real… estou com medo do que terei que escrever no próximo post.

Estamos vivendo tempos sombrios. Precisamos emitir luz para nosso País e para o mundo. Só quem se ama é capaz de amar e, é só no amor que a gente irradia luz.

Na boa… homofóbicos, procurem um bom psicólogo e entendam o motivo pelo qual o relacionamento homossexual incomoda tanto… Não se escondam atras de religiões que pregam o ódio, o desrespeito, o desamor. Afinal, Jesus disse: “Amai ao próximo como a ti mesmo”. Qual parte dessa frase vocês não conseguem entender? Ou o que falta é se amar de verdade pra conseguir entender essa frase?

Bom… vou ficando por aqui!

Quem ainda não leu o post sobre a cultura do estupro, é só ler agora, rsrs

Beijocas e até a próxima!

Não podemos nos calar- Cultura do Estupro

 

Gabi

Bacharel em Teatro, Licenciada em Teatro-Educação e Pós-Graduada em Arte Integrativa, encontrei na maternidade as respostas para as minhas inquietações e angustias! A FAMÍLIA vai ser sempre meu maior aprendizado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *