19

Minha gravidez tubária

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

É… nem tudo foi só alegria.

Antes de engravidar da Manuh, passamos por um momento muito difícil. Comecei a sentir dores insuportáveis e fui para o hospital, acreditando ser um caso de apendicite, depois de todos os exames possíveis e imaginários, fizeram o de gravidez. Descobri que estava grávida e menos de 20 minutos depois, descobri que essa gravidez não chegaria ao fim.

Falamos sobre isso nesse vídeo

O que não falamos é como uma situação assim pode abalar a gente emocional e psicologicamente e é sobre isso que vou falar nesse post: o que aconteceu depois que o “problema foi resolvido”.

Entrei em depressão. Não me sentia mulher. Me sentia defeituosa. Estava triste.

O Tiago também. De alguma forma, o sentido que estávamos dando para a vida mudou.

A gente não estava tentando engravidar, aconteceu… e a gente não sabia que estava pronto pra esse desafio.

Foi nessa época que vi o quanto tinha um companheiro ao meu lado! Disposto a me tirar “daquele lugar escuro”, me sequestrou pra praia. Ficamos 2 semanas em “lua de mel”. Nos divertindo, curtindo a vida a dois!

Deixei tudo pra trás e aproveitamos esse momento (sem saber ainda que seria a última viagem “só nossa”). Quando voltamos para São Paulo, tivemos “a” conversa. Sim, iríamos engravidar. Ainda tinha que esperar 2 meses pra começar a tentar (recomendações médicas!). E assim foi!

Chegamos em meados de dezembro, 5 meses após a cirurgia. Conversamos mais umas vez:

“- será que tentamos agora ou esperamos mais um pouco?

-Vou para de tomar a pílula. Acho que não vou engravidar de cara… Enquanto não engravido, a gente vai se organizando!”

Dia 15 de janeiro estava com o resultado do exame na mão! Acho que somos muito férteis, rsrsrsrsrsrs

E a história acaba aí? Não… infelizmente não! Lembra daquele sentimento de não me sentir mulher, de achar que havia algum defeito em mim? Pois então… esse sentimento me acompanhou por 41 semanas (sim… Manuh nasceu de 41 emanas, rsrsrsrs). Passei a gravidez inteira preocupada se algo iria acontecer. Um medo que tentava esconder de mim mesma. Queria fazer ultrassom toda semana pra saber se ela estava bem.

Mais uma vez, veio meu príncipe ao resgate! Viu nos meus olhos toda a aflição e angústia e criou um canal no youtube, preu poder focar nas coisas boas, dividir experiência, viver essa gravidez e dar muita risada!!! E nessa época, o youtube era isso: uma válvula de escape!

primeira-gravidez-youtube tiago-editando-primeira-gravidez

Mas… devo confessar uma coisa: só voltei a respirar com alívio quando peguei a Manuh nos braços pela primeira vez!

manuh-e-mamae

Resolvi falar sobre isso porque essa sensação é normal! Quem passou por um aborto sabe disso! A cada 4 mulheres grávidas, 1 perde no primeiro trimestre. Isso é um número muito alto! E isso não quer dizer que irá acontecer novamente! Eu sou prova disso! Com uma trompa a menos, engravidei super rápido de uma menina que dispensa comentários!

Acredito que essas dificuldades me fortaleceram enquanto mulher e me formaram enquanto mãe! Acho até que por isso gosto de me informar. Gosto de saber o que está sendo discutido e questionado enquanto saúde, educação e ecologia. Quero, através de informação, oferecer melhores escolhas pra minha filha!

O que aconteceu me chacoalhou.

E se, com esse post, eu puder trazer informação e esperança, terei certeza que vale a pena continuar nessa luta!

manuh-papai-e-mamae

 

Gabi

Bacharel em Teatro, Licenciada em Teatro-Educação e Pós-Graduada em Arte Integrativa, encontrei na maternidade as respostas para as minhas inquietações e angustias! A FAMÍLIA vai ser sempre meu maior aprendizado!

19 Comentários

  1. Bom dia Gabi,eu imagino a sua agonia durante a gestação da Manuh.Eu sou tentante a quase 2 anos,e neste meio tempo,meu esposo recebeu o diagnostico que tiraria de vez a nossa paz,com a quantidade de espermatozoide que ele produz seria impossível eu engravidar de formas naturais.Foi ai que eu disse a ele,que essa fosse a vontade de Deus seria só nos dois pro resto da vida,pois condições de fazer uma fertilização invitro nos não temos.3 meses apos o diagnostico eu descobri a gravidez,foi o momento mais feliz da minha vida,mais esta felicidade durou apenas 5 dias.Comecei a ter uma sangramento logo apos a minha primeira ultra,meu mediuco havia dito que estava tudo bem,confesso que ainda não entendo o que de fato aconteceu.Me afundei em um mar de tristeza e dor,não tem um só dia que eu não sofra.Desde então resolvo criar um canal para compartilhar a minha experiência com mulheres com infertilidades ou na tentativa de engravidar,a 2 meses dei uma mega desanimada,pois todas as minhas amigas engravidaram,pode ate parecer egoismo da minha parte mais muitas deles nem queriam ter filhos agora.Estou juntando forças para sair desse poço e voltar a gravar.Eu acompanho o canal desde o vídeo do parto da Manuh,fiquei apaixonada e desde então não perco nenhum vídeo.Agradeço de coração por todos os sorrisos que vocês tiram do meu rosto mesmo sem saber da minha existência,obrigada obrigada e obrigada,vocês trazem uma alegria muito grande ao meu coração.Parabéns casal vocês merecem toda a felicidade deste mundo♥

    • ô Amanda… fiquei emocionada!
      Eu acredito que nada acontece por acaso!
      Vc vai sair fortalecida dessa história!
      Beijocas e boa sorte!!!!!

    • Olá Gabi, que linda sua história. Tive uma ectópica em Março deste ano. Precisei tirar a trompa esquerda. Essa sensação nos devasta, cria uma dor insuportável, tanto física quanto emocionalmente. Estou pensando em engravidar novamente esse ano, mas confesso ter medo de tudo acontecer novamente. E é a mais pura verdade que sentimos que estamos com algum defeito. Parabéns pela linda filha que VC tem. Depois volto aqui p te contar novidades. Rsrs bjos

  2. Obrigada!
    Tenho 28 anos e passei por isso tem 2 meses, queríamos um filho e agora que tudo isso aconteceu fico na dúvida se devo tentar de novo. Já acompanhava o canal antes disso acontecer e acho q só não fiquei pior psicologicamente porquê me lembrei do caso de vocês e como a Manuh veio linda e saudável num parto normal. Parabéns pela família, pelo casal e vamo que vamos! Bjs de Niterói RJ

    • S2
      Sei muito bem pelo que vc está passando agora! Ainda é muito recente…
      mas força e fé! Tudo acontece como tem que acontecer!!!!!! Acredite!!!!
      Beijocas!

  3. Oi Gabi.
    Me casei com 20 anos e apos 1 ano de casado engravidei sem planejar tbm, em primeiro instante foi um susto, mas depois só alegria, contei para todo mundo, com 12 semanas no primeiro ultra descobri que o feto tinha parado de desenvolver com 8 semanas e não tinha mais batimentos e tive que fazer curretagem, foi devastador.
    Em início de 2013 com 23 anos engravidei novamente e agora planejado, mas com 8 semanas perdi outro bebê, meu mundo desabou outra vez e me vi perdida, tive que passar por outra curretagem.
    Em 2014 coloquei minha fé em ação e coloquei tudo nas mãos de Deus, no dia 30/12/2014 tive meu positivo tão esperado, no dia 19/08/2015 nasceu minha princesa Maria Bianca “Meu Milagre”.
    Amo muito o canal de vcs e esse astral maravilhoso que vcs tem.
    Bjus e mto sucesso

    • Nossa, imagino a dor que vc sentiu… Mas a Maria Bianca veio pra provar que quando é a hora dá tudo certo!!!!
      S2
      Beijcoas

  4. Lindo texto, Gabi! Parabéns pela coragem e compartilhar, com certeza ajudará muitas pessoas. Adoro a família que vocês três formam. Um beijo grande!

  5. Que lindo,Gabi. Vcs merecem todo o desfecho que a história teve!
    Não imaginava que o canal tinha começado assim.

  6. Olá Gabi. Tbm tive ectópica e precisei tirar a trompa esquerda. Verdade que nos sentimos com algum defeito. E a dor que sentimos nesse momento é devastadora. Agora estou na esperança de engravidar e dar tudo certo, confesso que ainda sinto medo de tudo acontecer novamente mas tenho fé em Deus. Depois volto aqui p contar as novidades. Bjos

    • conheço bem esse medo!!
      mas o corpo é sábio! Eu achava que por ter uma trompa a menos, dificultaria uma nova gravidez, mas não é bem assim! A outra trompa começa a trabalhar em dobro!!! (minha médica me disse! rsrsrsrs)
      Beijocas

  7. Gabi, muito bom ler isso e vê que deu tudo certo! Não passei por uma gravidez ectópica mais meu filho nasceu prematuro devido um quase acidente que sofri. E ele viveu só 1 hora e meia. Já se passaram 6 meses sem ele, e agora estou tentando novamente. Assim como o Thiago o meu esposo me ajudou muito nesse momento difícil, mais fico como VC ficou na gravidez de manuh. Fico com medo de engravidar e acontecer alguma coisa. Já coloquei tudo nas mãos de deus! Acompanho o canal de vcs algum tempo e não sabia disso.
    Mais sucesso pra vcs.
    Assim como vcs tbm criei meu canal, no começo foi para falar da minha gestação e depois acabou que sendo que um refúgio.

  8. Oi Gabi tudo bem?
    Gostaria de compartilhar minha historia contigo​…​
    Me chamo Ramini tenho 2​9​ anos e a 2 anos atrás eu e meu esposo decidimos engravidar…( porém tudo foi planejado do MEU jeito!!!

    EU calculei o mês que deveria namorar para o meu bebe nascer, pois queria que ele nascesse no mes do meu aniversario, EU calculava os períodos férteis, planejei cha de bebe, comecei a fazer aqueles rituais de tentante) enfim fiz tudo do jeito que EU sonhei…
    Eis que a historia começou a mudar…precisei fazer alguns exames pois ja tínhamos uns 5 meses, e nada de bebe;
    E um deles constatou que tinha um mioma….e que provavelmente seria ele que estava atrapalhando…então exames e exames foram feitos…(passei por vários médicos, pois queria ouvir de algum deles, de que aquele mioma não era empecilho….um dos médicos me disse q eu poderia ter é um utero bicornio, e ainda corria o risco na cirurgia de ”estragar meu útero” e não poder engravidar..cada um falava algo não tão legal pra mim..eu e meu esposo sofreemos muito nesse período).
    Não conseguia compreender o pq daquilo tudo, pq estava acontecendo comigo…justo comigo!!!
    Quando completou 1 ano de tentativa e nada de bebe e aquela ansiedade dentro de mim aflorando cada vez mais e mais…e choros e choros….o senhor teve um papo reto comigo rsrs;
    Ele precisou me ajudar a enxergar o outro lado da historia, a entender o pq de toda a espera……Até o momento eu tinha tomado TODAS as iniciativas possíveis, escolhi TUDO sozinha…acreditei nos homens………..e agora tinha chegado a vez dele, eu precisa aprender a confiar somente nele e DESCANSAR O MEU CORAÇÃO…
    Pois ele conhecia o desejo do meu coração a muito mais tempo que eu…..eu pude ter convicção de meu sonho vai ser realizado!!! mas antes ele precisava trabalhar em mim ( muitas vezes o senhor quer te ensinar em algo, antes de te presentear) comigo foi exatamente isso!!!
    Chorei chorei chorei por felicidade pq eu pude sentir perfeitamente o agir de DEUS em minha vida…em meu sonho……então TUDOOOO mudouuu…( eu sempre calculei tudooooo…tudo na minha vida sempre foi planejado, tim tim por tim tim, e achei que com a vinda do meu filho seria da mesma forma…. era uma pessoa sem paciência alguma haha..esperar? é algo que eu não conhecia…..
    Então o meu sonho começou a ser planejado pelo senhor, e iniciou pelas minhas atitudes, ele precisa trabalhar em mim primeiro….eu precisei aprender A ESPERAR NELE…..dia após dia o senhor trabalha algo…
    Sei que ainda preciso aprender muito ainda, mas algumas coisas ja mudaram – APRENDI A ESPERAR sem SOFRER
    ….o que importava hoje é que EU devo confiar somente em meu PAI….minha ansiedade foi jogada nas profundezas do mar, e sigo a caminhada……exames foram feitos novamente….e veio a noticia que deveria retirar aquele mioma, pq não foi encontrado outro problemas a não ser o mioma.
    E então marcamos….
    Hoje faz ​8​ m​es​es​ que fiz a cirurgia, ela foi PERFEITA!!!!!!
    Para honra e glória do senhor JESUS…( eu pude ver o agir de Deus em tudooooo)…desde os médicos, hospital/enfermeiras/recuperação!!! tudoooo

    …​faz 4 meses que voltei ser uma tentante​, creio o senhor tem o melhor pra nós…o seu amor é incondicional por seus filhos….e sua MAIOR alegria, é ver a felicidade de seus filhos realizando sonhos….

    Hoje eu espero somente no senhor….não duvido nem por um segundo de que ele esta cuidando perfeitamente de tudooo…

    Bom…o que eu quero dizer depois de toda essa historia, é que a UNICA coisa que precisamos é deixar DEUS ser DEUS em nossas vidas, e não tentar dar nosso jeitinho, achando que NÓS iremos conseguir fazer aquilo acontecer….

    Coloque o senhor no inicio e deixe que ele cuide do fim…. deixe que ele cuide dos seus sonhos…pois ESPERAR EM DEUS É TER A CERTEZA DE QUE O MELHOR VIRÁ…E CHEGARÁ NO MELHOR MOMENTO DA SUA VIDA!!
    E eu irei cantar o HINO da vitória!!!!
    SENHOR, VALEU A PENA
    Senhor valeu a pena mesmo!

    CONFIO plenamente em seus planos, e espero o tempo que for!!
    enorme beijO…
    AH!!
    Tenho um canal aqui no YouTube é http://www.youtube.com/miniirosa posto videos sobre toda essa historia pois quero que um dia meu bebe saiba o quanto esperei por ele…
    enfim
    super beijo pra​ Manuh

  9. Olá Gabi, também conheço esse sentimento! Em agosto do ano passado tive um aborto espontâneo, pelas contas na minha 6 semana de gestação! Descobri muito no início, não foi nada planejado, eu e meu marido logo divulgamos nossa felicidade nas redes sociais para nossos amigos e familiares que vivem aí no Brasil (vivemos fora do país há 8 anos) e algumas semanas depois, a triste notícia! É mesmo a pior sensação do mundo. Nos culpamos por coisas que infelizmente não tem explicação lógica para nós, que apenas queríamos nosso bebê no colo. No meu caso, até hoje dói saber que o fator RH negativo do meu sangue, possa ter causado esse desfecho para meu filho… Ainda não voltamos a tentar uma nova gravidez, mas confesso sentir muito medo, como você! Sorte que temos companheiros maravilhosos ao nosso lado! Beijinhos carinhosos :*

  10. Simplesmente adorei as dicas citadas aqui, realmente a infertilidade é um grande problema que afeta muitas mulheres e acredito que com um bom tratamento nós podemos conseguir o tão sonhado filho ou filha. Adorei seu blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *