9

Maternidade radical e mamilos polêmicos.

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

Oi pessoal!

Muitas de vocês devem ter acompanhado os “mamilos polêmicos” da Bela Gil. Para quem não sabe o que aconteceu, ela postou uma foto de seu mamilo dizendo que hoje ela o vê somente como fonte de alimento.

Se ela quis criar polêmica ou não, não vem ao caso nesse post. O que eu quero falar é sobre a tal maternidade radical.

Li muitos cometários dizendo o quanto ela é radical. Que não vive a realidade. Compreendi. Também não tenho todas as informações que ela tem e me vi julgando suas atitudes como exagerada.

Foi aí que questionei… o que exatamente é ser radical?

Muitas pessoas acreditam que ter um parto natural é radical (eu, como todos sabem, acho absolutamente normal).

Acreditam também que amamentar até no mínimo dois anos é radical (eu acho normal…).

Acreditam que não dar açúcar para crianças menores de 2 anos é radical (eu acho que eu não faço mais do que a minha obrigação).

bebe-comendo-frutas-alimentacao-saudavel

Acham que bater em criança é radical (eu faço parte dessas pessoas).

A cada dia que passa eu percebo que na verdade todos os “radicalismos” só dependem  de informação, conhecimento e estilo de vida. E por isso, estou aprendendo (sim é preciso aprender) a não julgar. É um exercício diário.

Toda vez que me deparo com uma maternidade que “julgo” não correta (seja por ser “radical” seja por ser “superficial”) percebo que, EU NÃO TENHO NADA A VER COM ISSO! hahahahaha

“Ahhhhhhhh, mas a Bela Gil é formadora de opinião”. Sim é. E ela divide todas as informações que tem com quem quiser ouvir. Não foge muito do que nós fazemos com o canal com as informações que temos e que a cada dia vamos descobrindo.

Ninguém nasce sabendo, por isso o aprendizado é diário, desde que nascemos. E não é porque viramos pais e mães que liga uma chavinha na nossa cabeça e a gente milagrosamente acaba aprendendo tudo por osmose e não precismos nem mudar de opinião.

Para evoluirmos enquanto pessoas, precisamos abrir nossas cabeças e sair um pouco da Matrix. Podemos optar em tomar a pilula vermelha (como a Bela Gil) , ou a azul e continuar vivendo no mundo ilusório.

Exitem os caminhos mais fáceis e os mais difíceis. É tudo uma questão de escolhas. A vida é uma questão de escolhas, e enquanto escolhermos com paz no espirito, saberemos que estamos fazendo a escolha certa!

Precisamos olhar para o próximo sem querer ver nosso reflexo refletido neles. Ninguém é nosso espelho! Quem sabe assim a gente consegue  respeitar o outro exatamente do jeito que ele é? Estou na luta por esse aprendizado, e desde já falo: é muito difícil mesmo, rsrsrsrsrs!

Beijocas e até a próxima!

Gabi

Bacharel em Teatro, Licenciada em Teatro-Educação e Pós-Graduada em Arte Integrativa, encontrei na maternidade as respostas para as minhas inquietações e angustias! A FAMÍLIA vai ser sempre meu maior aprendizado!

9 Comentários

  1. Gabiii estou amando seus textos! Você escreve com uma clareza incrivel! Não sei se quero ser mãe algum dia mas acompanho igual o canal e tiro sempre lições valiosas além das risadas. Amo vcs!

  2. É difícil julgar e ao mesmo tempo difícil de entender certas questões. Bibi amo vcssss. A melhor parte do meu dia é quando ativa a notificação gabi e Tiago. Bjjj

  3. Uau Gabi, que bacana esse teu post. Ontem mesmo eu fui na minha tia, e todos julgando a minha prima por ela optar nao dar açucar p a bebe dela. Lembrei de vcs na hora!! Não é facil tentar fazer o melhor p o seu bebe, com os olhos julgadores da familia.

  4. Nossa!! Estou ainda digerindo todo esse tapa na cara da sociedade.
    Cada filho é um e cada mãe é uma, então cuide do seu galinheiro e pare de julgar o da amiguinha.

  5. Totalmente de acordo. E sim, também ando nesse exercício da tolerância e do não julgamento. 🙂 Ter filhos ajudou a querer tornar-me uma pessoa melhor.

  6. #desabafo..
    Eu escolhi não dar doces pra minha filha pq eu sei q ñ é saudavel..minha filha tem só 11 meses e ganhou 2 ovos de chocolate msmo eu dizendo q ela ñ iria comer…e aí a ”pessoa” sem noção faz o favor de pegar um bombom e dar na boca da minha filha msmo eu dizendo q ñ…fikei indignada …mais respeito por favor ñ é pq é parente q tem direito sobre os filhos dos outros..agora infelizmente eu tomei a decisão de me afastar pq se ñ respeita minha decisão agora imagina quando ela tiver grandinha e eu disser ñ pra ela…vão tirar minha autoridade e eu fico triste e indignada com isso.
    @tiago e gabi vcs são 10..exemplos a seguir..bjooss

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *