0

Para adultos, mas sem deixar as crianças

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

A cultura, sem nenhuma dúvida é adquirida no exemplo dos pais. Crianças leem mais quando seus pais também o fazem, gostam de teatro, exposição, cinema, orquestra etc quando são levados e incentivados.

Claro que cada ser humano ao longo da vida vai adquirir preferências culturais e também vai entrar em contato com novas tendências de acordo com o grupo que se relacionam. Mas a base continua sendo aquilo que herdam dos pais, tios, madrinhas, responsáveis.

Uma polêmica que sempre chega até mim é: “Depois que tive bebê nunca mais fui ao balet, ao concerto, à exposição…”.  Isso sempre completando a problemática com o fato de, depois dos filhos, só irem aos “passeios infantis”.

Mas, existem luzes espalhadas por esses túneis e pais que conseguem levar, sem grandes transtornos, os filhos para passeios culturais aparentemente exclusivos para o universo adulto: museu, exposição, show, lançamento de livro adulto…

Vamos hoje então a um apanhado de dicas de como levar o seu filho (atenção: algumas atividades são para crianças maiores) aos passeios:

1 – Museus e Exposições: antes de ir ao museu procure conhecer qual é o acervo do local e faça uma caça ao tesouro; cada pista levando a outra parte do Museu e ao final bole um tesouro. Lembre que é importante usar detalhes das obras, das explicações ou de informações históricas que seu filho já obtenha nas pistas, para que eles sejam “obrigados” a observar cada obra (use detalhes da obra que devem ser achados, objetos em meio aos guardados etc)

Não perca a chance de ver os acervos! As exposições temporárias são legais mas os acervos levam para uma viagem pelo tempo. Nas exposições comemorativas a interatividade costuma ser maior, proporcionando um bom passeio para crianças de todas as idades.

Não deixe de visitar o Museu do Futebol (Pacaembu) e o da Língua Portuguesa (Estação Luz) – São locais com grande interatividade e que costumam agradar aos pequenos e aos adultos.

Foto UolEsporte

Foto UolEsporte

2 – Shows: os shows em locais abertos não tem restrição de idade, mas para que os papais curtam bem as músicas precisam preparar os filhotes, para os pequenos protetores auriculares, para os maiores ouça as músicas antes com eles, fale sobre a banda/cantor, conte histórias, instigue a curiosidade. Use a internet, ela pode ser uma aliada para o conhecimento cultural! Sites, vídeos etc. Em ambientes como parques, sesc.. você pode levar atividades para eles fazerem enquanto você curte o show!

3 – Balé e Concertos – Aqui muitos pais se desesperam, acreditam que não é possível uma crianças gostar de música clássica e balé. Posso ser sincera? Depende da criação! É comprovado que bebês gostam dos sons de músicas clássicas, crianças pequenas gostam de ópera. Então para quem gosta de balé, concerto, ópera é bom curtir com os filhos em casa (dvd, internet) para que eles possam se acostumar com o estilo. De toda forma não esqueça de verificar a faixa etária recomendada. É importante entender que normalmente são lugares onde o “comportamento” é mais visado, não se aceitando correrias e outras características da molecada. Mas não fiquem desesperados! a música e o ambiente costumam favorecer o comportamento, o ideal é levar desde pequenos para que se acostumem com tudo, inclusive com o volume das músicas e as variações. Arrisque-se! Vale a pena criar seu filho participando de ambientes culturais diversificados, a música clássica ajuda na aprendizagem!

tn_627_600_cinematerna051046.jpg1_

Divulgação CineMaterna

4 – Cinema: no caso do cinema não tem jeito, é preciso aproveitar as sessões para mães e filhos, é um ambiente onde filmes adultos definitivamente não combinam com os pequenos porque não há como distraí-los… Até porque jogos eletrônicos não são bem vindos pois sua luz atrapalha os outros.

De maneira geral é importante entender que eles precisam de atenção diferenciada, é possível ir a todos os lugares culturais com as crianças, desde que planejem e os mantenha ‘por dentro’ de tudo. E com calma eles se acostumam com os lugares que os pais gostam! é importante incentivar a novidade, diversificar o tipo de cultura a ser consumida e respeitar os gostos. Como nós, eles vão adorar a exposição do Picasso, por exemplo, e não gostar de outro pintor! Mantenha a calma e quando eles forem maiores negocie os passeios! Cultura é fundamental para o desenvolvimento de todo o ser humano.

Pessoal, a partir de setembro estaremos juntos uma vez por mês, sempre na primeira sexta com a agenda do mês todo! Se quiserem podem enviar suas sugestões: vitoria.angela.jornalista@gmail.com

Vitória Angela

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *